Considerações oportunas (X)

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Jornal O Estado de São Paulo, 11 de julho de 2011
Região serrana: MP apura corrupção
Investigação conta com a delação de empresário que acusa cobrança de propina para reconstrução de cidades atingidas por enchentes.

MP vai investigar licitações da Petrobras, diz Gurgel
O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou nesta manhã à Agência Brasil que vai investigar as denúncias de fraude em licitações da Petrobras, reveladas ontem pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Honoré de Balzac, escreve:
"O comerciante que ganha 100% rouba; também rouba o fornecedor que paga a trinta mil homens dez centavos por dia, anota os ausentes, estraga o trigo misturando farelo para render mais, vende víveres de má qualidade; outro, queima um testamento; outro, adultera as contas de uma tutela; outro, inventa uma caixa de pensões: há mil maneiras e vamos descrevê-las. O verdadeiro talento consiste em ocultar o roubo sob uma aparência de legalidade: que horror que é apoderar-se do bem alheio, só o que vem de nós nos pertence, eis a grande astúcia.
Mas os ladrões espertos são recebidos pela sociedade, passam por pessoas de bem. Se, por acaso, descobre-se um malandro que se apossou do ouro que não lhe pertencia, manda-se o sujeito para as galeras: esse é um degenerado, um bandido. Mas, se houver um processo judicial, o homem impecável que roubou a viúva e os órfãos encontrará nessa mesma sociedade mil advogados para defendê-lo."
 
Honoré de BALZAC. Código dos homens honestos ou a arte de não se deixar enganar pelos larápios. Rio de Janeiro. Nova Fronteira: 2005, 155 p.

0 comentários:

Postar um comentário